Você vive sonhando com o dia em que irá conhecer o desempenho da sua empresa em tempo real, mas acha que isso está fora do seu alcance? Então, relaxe e devore este post, pois agora você vai saber que este sonho é acessível para empresas de todos os portes!

Trata-se do dashboard, ou “painel de bordo”, uma ferramenta de Business Inteligence — BI, ou “inteligência de negócios” — para monitoramento instantâneo de informações. Com ele, é possível conhecer o desempenho das áreas internas de vendas, RH, financeiro, etc., e também das áreas externas, tais como representações comerciais e assistências técnicas.

Para conquistar essa realização, basta ter alguma fonte de armazenamento de dados — planilhas, bancos de dados, sistemas ERP, etc. — associada a recursos de TI para computação em nuvem. Assim, os custos de implantação, operação e manutenção se tornam reduzidos. Continue a leitura para descobrir como fazer um dashboard incrível!

Destaque as informações mais relevantes

Assim como o painel de um carro ou de um avião reúne as informações mais importantes em um só lugar, lembre-se que o painel da sua empresa deve exibir tudo em uma só tela. Portanto, analise com cuidado os indicadores de desempenho existentes — e selecione somente aqueles que realmente impactam os seus resultados para serem monitorados.

Qualifique as fontes de dados

Certifique-se de que os dados armazenados na sua empresa são confiáveis e não contêm redundâncias. Combinar informações desencontradas não leva a nada! Então, selecione fontes de dados seguras para gerar as informações.

Personalize os elementos visuais a serem exibidos

Um dashboard deve ter uma apresentação agradável e sem poluição visual — excesso de cores, formas ou luzes piscando — ou poluição sonora — excesso de alertas. Lembre-se: um padrão visual limpo não cansa a vista, não gera distrações, facilita a interpretação e a tomada de decisões. Os elementos que aparecerão na tela devem fazer sentido para a sua empresa.

Crie dashboards específicos para cada nível

Cada departamento da sua empresa pode visualizar um dashboard específico, trazendo os indicadores pertinentes, enquanto a diretoria acompanha, em seu dashboard, o desempenho geral da empresa.

Invista em clareza, objetividade e riqueza de detalhes

Cada gráfico, estatística ou relatório apresentado deve conter informações claras e objetivas, que permitam entendê-las à primeira vista. Porém, caso seja necessário algum detalhamento para conhecer a fundo como foi apurado determinado resultado e, assim, entender o que causou tal desempenho, deve haver informação adicional disponível.  

Conhecendo essa fantástica ferramenta de BI, a sua empresa poderá alcançar novos patamares evolutivos — assim como corrigir desvios antes que eles prejudiquem o cumprimento das metas.

Com a medição de desempenho sendo processada em nuvem, os executivos da empresa têm acesso ao dashboard de qualquer local onde haja uma conexão com a internet, podendo monitorar suas equipes no exato momento em que elas necessitam. Vale a pena investir — afinal de contas, informação de qualidade, disponível a toda hora e em qualquer lugar, não tem preço!

Gostou de conhecer todas as possibilidades do dashboard? Tem outras dúvidas ou sugestões sobre  assunto? Então, deixe seu comentário e entre para a conversa!

 

Deixe um comentário